4º dia: happy hour no Breguella’s

♫ Bezerra da Silva | Malandragem dá um tempo

Quando falamos para algum gringo que somos brasileiros, logo começa a enxorrada de palavras que “definem” nossa nacionalidade: samba, futebol, Ronaldinho e carnaval. Se gringa eu fosse, acrescentaria mais um termo à lista: boteco. Já viu boteco em outro país que não o Brasil? Se sim, me mande um e-mail relatando a experiência porque, sinceramente, eu nunca vi. Geralmente são pubs fechados, sem a graça e a malandragem das cadeiras espalhadas pelas calçadas, sem a gritaria e a confusão dos garçons, sem o dia amanhecendo e os clientes ainda pedindo a vigésima saideira da noite. Boteco é bom demais! E Goiânia tem uns sensacionais. Um deles é minha mais nova paixão apesar de ser meu vizinho há mais de ano: Breguella’s (rua 24, 26.000, Setor Oeste).

Sempre ouvi muito bem de lá, principalmente dos petiscos tradicionais e gostosos, como carne de lata e almôndega (essas coisas típicas de botecões). Há cerca de duas semanas acabei finalmente conhecendo o local e foi paixão à primeira vista. Culpo o bolinho de arroz, minha comidinha de bar preferida de todos os bares. No Breguella’s ele tem quase 15 cm de comprimento. Sério. Pedi dois e mais um disco de carne, também sensacional, rs. Voltei na semana seguinte e repeti a dose. E agora mais uma vez, “só para colocar no blog” (ó a desculpa esfarrapada!). Para ilustrar melhor o texto, tive que pedir três petiscos diferentes (rs): claro, o bolão de arroz, a almôndega famosa e uma carne de sol. O melhor é que tudo é vendido em unidade, então não rola briga na mesa para decidir o que comer.

Com tantas iguarias deliciosas e cerveja gelada, não é de se espantar que o local já está na minha lista de preferências em tão pouco tempo de convivência. Mas aviso: é botecão! Nem cardápio tem, rs. O garçom que avisa os especiais do dia 😉 Simples e fenomenal. E você? Qual seu botecão preferido de Goiânia?

breguellas1 breguellas2 breguellas3

Advertisements