Novo Evoé Café: é muito amor

♫ Letuce | Que se chama amor

DSC03156

Goiânia anda numa onda tão boa de novas ideias, projetos interessantes, estabelecimentos criativos… repararam? Há duas semanas um local que se encaixa bem nessa geração produtiva da cidade foi (re)inaugurado: Evoé Café, agora em parceria com Quixote, que assume a cozinha. Depois de quase dois anos ocupando uma salinha charmosa porém apertada da Galeria Central, na rua 3, a dona Giovana Ogando teve uma ajudinha do destino para conseguir alugar um espaço maior e mais gostoso na rua 91, 489, Setor Sul. Conheceu por acaso a proprietária de uma casa que estava namorando há tempos para alugar em uma conversa eventual sobre um de seus assuntos preferidos: arquitetura.

DSC03169

“Adoro conversar sobre casas, prédios, arquitetura em geral. E essa casa aqui sempre me chamou muita atenção por ser de feita de adobe, além disso dava para perceber que era grande. Na época eu cheguei a ligar, interessada no lugar, mas não conseguia pagar o aluguel. Depois de conhecer a dona e falar da ideia do montar um café lá, negociamos e chegamos a um acordo”, conta Giovana, que tem apenas 19 anos, mas muita ideia na cabeça e força de vontade para colocar coisas em prática.

DSC03170

Desde os 16 anos Giovana se mostra talentosa no empreendedorismo criativo, quando começou a trabalhar com produção cultural. Por essa experiência anterior, ela teve a ideia de montar um café que também fosse um espaço “para as coisas acontecerem”. Hoje, seu café tem direito a um ambiente com palco baixo e uma agenda de eventos cheia. Neste domingo chuvoso (14/12), por exemplo, haverá Troca de Ideias sem Discriminação, um bate-papo sobre temas variados (o desta vez é amor) a partir das 16 horas, seguido de uma competição de bambolê. Sobre este último evento, Giovana sentiu a “necessidade” de fazer algo do tipo depois de flagrar seus clientes dia desses, todos compenetrados e empenhados no bambolê. “Entre altos e baixos, [ter o café] tem sido no mínimo muito divertido”, conta rindo.

DSC03163

Livros à venda decoração pensada com carinho pela dona, cheia de peças antigas de família e xodós pessoais; espaço para apresentações culturais e um café ao ar livre, com direito a goiabeira e passarinhos cantando no quintal. Tudo isso faz do Evoé um café especial, onde a gente chega já se sentindo à vontade e querendo tirar o sapato. A cozinha, liderada por Bella Vale da Quixote (empresa de quitutes deliciosos por encomenda), também tem grande parcela de culpa na criação desse espaço aconchegante. Nada dá mais boas-vindas do que pão de queijo e bolo de cenoura acabados de sair do forno.

DSC03165

O dom de Bella na cozinha é hereditário. Cresceu dentro da padaria dos avós e hoje se vê realizando um sonho antigo de ter seu próprio café. “A ideia é fazer algo no estilo dos cafés franceses, um café-bistrô. Servimos bolos, pão de queijo, cookies, bruschettas, sanduíches no pão folha, pastinhas… Neste fim de semana vamos estrear lasanha”, conta Bella. O cardápio não é fixo e sempre tem novidade. Entre as bebidas, além de – obviamente – café, há chás, destilados, drinks, cervejas e vinho. Sexta e sábado, a casa, que abre de quarta a domingo a partir das 14 horas, fica aberta até meia-noite, com luzinhas e velas iluminando o jardim ❤

DSC03158

Advertisements