Presente de Natal: receita secreta da vovó!

♫ The Waitresses | Christmas Wrapping

Então é Natal!!! Êeeee!!!! Por mais que meu espírito natalino demore a baixar algumas vezes, nunca consigo ficar totalmente apática com a época. Mais do que os enfeites, corais, presentes etc., o que mais conquista em dezembro são as comidas feitas só e somente só nesse mês. Para mim, Natal começa quando compro uvinha niagra ❤ Daí em diante é pêssego, nectarina, castanha, cereja fresquinha… nhami! E por mais que o Natal tenha suas tradições de sempre, acho que cada família tem seu próprio costume natalino, não é? Por exemplo, aqui em casa, nossa tradição é fazer um café-da-manhã dos mais gostosos, com biscoitinho de queijo assado na hora, mil frutas, suco de laranja fresco feito por moi (beijinho no ombro!), vários quitutes e, claro, o rei da parada: o bolo formigueiro da vovó! Olha, te falar que já rolou briga por conta dele – e não foi só uma vez, rs. Não sei se ele é bom mesmo naturalmente ou se é a mãozinha da vovó que faz ele ficar tão irresistível. Esse post é uma experiência! Vovó cedeu a receita secreta (vivaaaa!). Façam vocês aí em casa e depois me mandem um email dizendo se realmente ficou tão maravilhoso assim 😉 Chegou a hora de eu saber se os dedinhos da vovó são mágicos mesmo ou quá. Acho que não poderia dar melhor presente para vocês. Feliz Natal!!!!

DSC03180

(Vovó lindona e sua masterpiece)

Massa:
4 ovos
1 pitada de sal
2 xícaras de chá de açúcar refinado
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 copo americano bem cheio de leite
200 gramas de margarina
100 gramas de coco ralado
200 gramas de chocolate granulado
1 colher de sopa de fermento

Bata tudo, coloque em uma forma untada e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC.

Calda:
1 lata de creme de leite
3 colheres de sopa de açúcar refinado
3 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher de sopa de manteiga

Leve tudo ao fogo até engrossar (mexa sempre). Coloque sobre o bolo ainda quente e decore com chocolate granulado.

DSC03184

P.S.: No livrinho da vovó, a data dessa receita é de 1981. Eu nem era nascida ainda, rs. Tradição é isso ❤

Advertisements